Abril 16, 2021
Do Reporter Popular
307 visualizações


O Rio Grande do Sul é a nova fronteira mineral do Brasil. O que se propagandeia como algo positivo para a economia e o desenvolvimento local, na verdade, é um ataque destruidor das grandes empresas às vidas das pessoas, ao meio ambiente e até mesmo a culturas locais, motivo de tanto orgulho para os riograndenses.

Em uma série de pequenos vídeos, a Witness Brasil, junto com a plataforma Bombozila, o Coletivo Catarse e nós do Repórter Popular, amplificam as vozes de quem está na linha de frente nesse enfrentamento da vida contra a morte: indígenas, pequenos agricultores e pecuaristas familiares desafiam a lógica das empresas de mineração e seguem na luta contra quem pretende transformar o estado em um grande buraco.

Na aldeia Pecuruty, que fica no município de Charqueadas, espremidos entre a estrada, o descaso e a ameaça de instalação da maior mina de carvão a céu aberto da América Latina, os Guaranis seguem com a dúvida: a quem serve a terra? Confira o quarto episódio:

Territórios em risco – a nova fronteira mineral no Sul do Brasil

A série de vídeos sobre os impactos da megamineração no Rio Grande do Sul mostra a resistência pela vida de famílias de pequenos agricultores, assentados e povos indígenas em diversos locais do estado. Essas pessoas convivem com o risco da instalação de grandes barragens e minas que colocam em risco todo um sistema.

Clique aqui e confira o primeiro episódio.

Clique aqui e confira o segundo episódio.

Clique aqui e confira o terceiro episódio.




Fonte: Reporterpopular.com.br