Abril 13, 2022
Do Agencia De Noticias Anarquistas
207 visualizações

À medida que nos aproximamos desta data tão histórica e transcendental, ao qual a luta revolucionária representa, desde os anarquistas no Uruguai nasce, surge e se questiona o posicionamento do movimento, tanto coletivo como individualmente. Sobretudo tendo em conta e recordando a história de luta que os anarquistas proporcionaram ao movimento obreiro e à luta em geral. Hoje em dia a situação é diferente, não são os mesmos tempos, a sociedade, o estado e o capital sofreram transformações, no entanto há questões que não mudam… e falamos, nada mais nada menos, que de viver na base da exploração, seja da terra ou dos corpos a ideia é a mesma, espremer-nos até a última gota.

A vida no Uruguai não é alheia a essa exploração, o negócio imobiliário, o turismo e o “campo” vão ao pódio (e toda a moeda) ao mesmo tempo em que contribuem para a precarização da vida. Se a todo este coquetel somamos a fraqueza de alguns sindicatos pertencentes à central obreira e os clássicos “tecer e manipular” da política empresarial de turno… o resultado é evidente: paz social – espelhinhos coloridos e muita fumaça. Poderíamos estar muito tempo evidenciando e contando-lhes o “bonito” que se vê o Uruguai desde fora e a realidade do que nos cabe viver por estes lares, mas não é a ideia deste chamado.

Escrevemos isto para alentar e incitar à ação na rua!!! Para que não seja um 1º de Maio, mas, sim um bem pesado e em chamas, ruidoso e revoltoso, que se note nas ruas o descontentamento e a memória dos companheiros caídos. Nossa luta não a marca no calendário, mas as datas nos recordam a importância da luta, nos faz refletir sobre o passado e o presente. Lutamos diariamente por outro mundo… um mundo livre onde a injustiça, a fome e a exploração não exista.

O que estas lendo é uma incitação a seguir conspirando, a juntar-te com teus compas de trabalho, com teus companheiros do bairro ou do liceu e sair às ruas, as formas de agitar e a imaginação não tem limites, a desobediência é encantadora.

VIVA A MEMÓRIA COMBATIVA DOS MÁRTIRES DE CHICAGO
VIVA A LUTA REVOLUCIONÁRIA NAS RUAS!!

Anarquistas de bairro.

Tradução > Sol de Abril

agência de notícias anarquistas-ana

Lua cheia.
Me dá, me dá!
Chora a criança.

Issa



on Twitter


on Facebook


on Google+




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org