Janeiro 12, 2021
Do Agencia De Noticias Anarquistas
190 visualizações


Por Olhos Ilegais

O indígena Pemón, Salvador Franco (44 anos) morreu nas horas da manhã de hoje, 3 de janeiro de 2021, na prisão Rodeo II, localizada em Guatire, Estado de Miranda. Venezuela. Ele foi detido junto com outros 13 índios Pemón por razões políticas, e sua situação de saúde era muito grave, desde quatro meses atrás. Diferentes organizações e indivíduos que trabalham com direitos humanos em nível nacional e internacional exigiram publicamente atenção médica urgente das autoridades responsáveis devido a sua condição crítica, mas este pedido nunca foi atendido pelas autoridades criminais.

A própria irmã de Salvador Franco, Liseth Franco, fez um vídeo de Kumaracapay na Gran Sabana, onde exigiu cuidados médicos e avisou que seu irmão estava tossindo sangue e que sua família, sua comunidade e o povo Pemón em geral estavam muito preocupados com sua vida. O Tribunal havia emitido uma ordem ao centro de detenção para que ele fosse avaliado por um médico especialista. Mas até o momento de sua morte, esta ordem nunca foi executada.

O Estado e as autoridades responsáveis são responsabilizados por esta morte infeliz, que poderia ter sido evitada se lhe tivesse sido dada a atenção necessária.

Fonte: http://periodicoellibertario.blogspot.com/2021/01/por-negarsele-atencion-medica-muere.html

Tradução > Liberto

agência de notícias anarquistas-ana

Tempo destinado
a esfregar e descorar
nódoas do passado.

Flora Figueiredo




Fonte: Noticiasanarquistas.noblogs.org