Setembro 7, 2021
Do Reporter Popular
250 visualizações


Esta terça-feira, 7, não foi marcada apenas pelo feriado de Independência do Brasil, mas como um dia de resistência e luta contra o governo que mata, de Bolsonaro, suas reformas e golpes nos direitos já conquistados.

Em um país onde o Estado cada vez mais recusa acesso à alimentação, saúde, educação e cultura, a manifestação realizada em Joinville foi pensada, também, como forma de celebrar aquilo que queremos: nossos direitos.

Por isso, um ato político e cultural, com apresentações de artistas, solidariedade e propaganda de ideias libertárias, tomou o espaço do Parque da Cidade na tarde deste dia 7, durante o Grito dos Excluídos, realizado todos os anos nesta data.

Centenas de pessoas passaram pelo local entre às 14 e 18 horas. Foram arrecadados alimentos para as famílias que, neste instante, tem seus direitos básicos negados. Artistas também fizeram falas de luta, contra o governo e o Estado, que odeiam os pobres, mulheres, negros, LBQUIA+, indígenas e todos aqueles que não são homens brancos e ricos.

O ato é importante para marcar a resistência de uma cidade vendida como “ordeira”. Esta, palavra de muito significado para a elite, que faz questão de enquadrar os trabalhadores como máquinas, cita uma manifestante libertária. “Nós somos trabalhadores, somos esclarecidos dos nossos direitos e marcamos presença para ir encontra o que tentam nos vender como cidade e governo. Nada que vem deles é bom para nós”, reivindica.

Um manifestante libertário lembra que, apesar da onda de desinformação espalhada pelos apoiadores do presidente, neste dia 7, o ato foi importante para que também pudessem divulgar as ideias libertárias, e outras maneiras de viver este mundo com mais igualdade e liberdade, entre o público que passou pelo local.

Enquanto o Estado nega e retira direitos, o povo se une e mostra solidariedade e força para resistir, lutar e derrubar os governos, os autoritários e os exploradores.

CONFIRA AS FOTOS E VÍDEO DA MANIFESTAÇÃO FORA BOLSONARO DE JOINVILLE

Coletivo Anarquista Bandeira Negra
Coletivo Anarquista Bandeira Negra
Coletivo Anarquista Bandeira Negra




Fonte: Reporterpopular.com.br