Junho 21, 2021
Do Passa Palavra
395 visualizações


Por Poeta em Buenos Aires

Enquanto a nossa colunista habitual não regressa à actividade, pedimos ao Poeta porteño que escrevesse um poema sobre a falta de dinheiro. Passa Palavra

Eu lhe comprei uma flor
– um homem simples
– um sentimento intangível!,
foi na florista da rua de baixo
quando desci do ônibus.

É seu aniversário
e sinto culpa:
um presente de merda!
Você tinha que ter pensado mais,
você tinha que ter gastado mais!

Ela não me julgou.
Porque não estava nem aí para mim.




Fonte: Passapalavra.info